Quanto você gasta e já gastou apenas para tomar água?

NECESSIDADE, CONFORTO, DESPERDÍCIO OU FALTA DE PENSAR EM ALTERNATIVAS?

Hoje pela manhã, ao abrir a porta para sair rumo a Padaria, ouvi lá de dentro minha esposa gritando:
– Traz água que acabooouuu!!!
Ao entrar no mercadinho/padaria me deparei com o valor da garrafa de água.
R$ 3,50
Achei aquilo um abuso, porém extremamente necessário. Não dá para não comprar. Mesmo assim, não peguei nenhuma garrafa.
Na fila do pão fiquei pensando em alternativas para não ter que pagar aquele preço em uma garrafa de água.
Não era só pelo valor R$ 3,50, mas pela falta de alternativa que a situação apresentava.
E se eu não tivesse dinheiro?
Como seria?
Morreria de sede?

Aí pensei, pensei, pensei…. até achar uma solução alternativa: Lembrei que ontem, ao voltar da praia com sede, entrei no prédio e logo dei um gole de água no bebedor do térreo.

Então conclui: porque não encher o galão de água lá?
Poxa que óbvio!
Então porque não pensei nisso antes? Quanto dinheiro já joguei fora aqui na praia, comprando água?

Vivemos no automático. A melhor solução é sempre pensar um pouco.

Pronto; foi o que fiz.
6L de água = custo zero.
Com possibilidades de mais 6L quando quiser. A minha disposição 24h por dia.
Mas antes, perguntei para o porteiro: o prédio dá manutenção adequada nesse filtro?
“Ele respondeu que sim, constantemente. Só tomo dessa água todos os dias”.

Perfeito, solução gratuita para um problema até então caro e de extrema necessidade. Fora a ajuda com o meio ambiente não gerando o resíduo.

Aí, imaginem….meu raciocínio foi longe….

Fiquei pensando ; Se todo prédio disponibilizar um único bebedor para os moradores, ninguém mais precisaria gastar com água. Nem ao menos, cada um precisaria comprar seu próprio filtro.

Fiquei imaginando um prédio, com vários apartamentos, onde cada apto tem seu aparelho (Equipamento relativamente caro e sub-utilizado – comprei um para o escritório dia desses e paguei quase R$ 500,00).
Para que comprar, se tiver um no prédio para todos?
Claro que muitos ao ler esse texto vão pensar: Mas eu quero o meu conforto!

Conforto ou desperdício de dinheiro?

Um prédio de 15 andares, 4 apto por andar, se cada um tiver um filtro desses….terá R$ 30.000,00 de dinheiro empregado nisso. E todos os 30 equipamentos sub-utilizados.
Nada inteligente se formos pensar racionalmente.
É o conceito aplicado da economia compartilhada.

Quanto renderia esse valor dos equipamentos, aplicado por um longo tempo?
O que daria para fazer de melhoria no próprio condomínio?

Mas para isso acontecer, exige muito trabalho?
NÃO.
Quanto tempo levei para encher o galão + uma garrafa, totalizando 6L?
1 min talvez?
Esse é o tempo de trabalho para economizar R$ 14,00 ?
Acho que vale a pena, né?
A hora de trabalho, portanto equivaleria à R$ 840,00 (14,00 x 60min) .
Quem ganha isso hoje trabalhando?
Quem ganha isso por hora eu não sei, mas quem gasta, pensando bem….conheço um monte!

Pensei ainda;
Conheço empresas que tem os bebedouros à disposição, mas mesmo assim, cada setor muitas vezes tem seu galão de água 20L.
Será que precisariam gastar $ com isso?
Além de mobilizar uma pessoa de compras para comprar, a do financeiro para pagar o fornecedor, a contabilidade para lançar a NF, o entregador para entregar, alguém para recepcionar, alguém para fazer força e virar o galão….. quanto trabalho desnecessário…. e quanto custa o tempo dessas pessoas apenas encherem suas garrafas?
Fora a impressão que dá, daquele galão ser super anti-higiênico.

Enfim…. fica aqui a reflexão:
Quanto de $ desperdiçamos só no ato/necessidade de beber água todos os dias?

Já calculei aqui: a cada 20L de água, nesse valor de R$ 3,50 a garrafa, já dá para comprar um pacote de fraldas…

Prof. Me. Giovanni Colacicco